O Carlos, a Carla e a neve de Minnesota/ Carlos, Carla and Minnesota snow

 images_4

    A neve do Minnesota não deve ser coisa fácil, não. São 135 milhas, 217km com temperaturas abaixo dos 30 graus negativos. Um desafio que apenas 66 atletas se propuseram fazer em 2015, mas que apenas 44 terminaram. Isto diz tudo duma prova incrivelmente exigente.

Minnesota snow is not an easy thing to run through. 135 miles, 217 kms with temperatures 30 degrees below . Only 66 ultra athletes faced the challenge in 2015 but just 44 were finishers. This tells everything about the incredible difficulty of the race.

O português Carlos Sá está a preparar um mega desafio. Na 2ª quinzena de Maio, este colossal atleta propõem-se atravessar a Gronelândia em 10 a 12 dias, num total de 600kms. Infelizmente, em Minnesota, Carlos ficou a 30km de completar a ArrowHead135, uma prova mítica nos Estados Unidos da América. Acabou por não conseguir prosseguir depois do 3º check point da prova.

The portuguese Carlos Sá is preparing a huge challenge. In May this extraordenary athelete is going to cross Greenland in 10 to 12 days in a total 600 kms. Unfortunately, in Minnesota, Carlos give up at 30 km from finishing ArrowHead135, this american mythical race. He stayed at 3th check point and didn´t continued.

   images_2

   A brasileira Carla Goulart também não conseguiu concluir a prova. A sua descrição é verdadeiramente impressionante:

“Realmente eu abandonei a prova no segundo chekpoint. Ontem (28) por volta das 19h, começou a nevar até hoje por volta das 10h da manhã, foram 8 polegadas de neve. Uma tempestade que não tinha como eu correr, mesmo assim, passei a noite toda na trilha com a neve chegando no meu joelho. O trenó não se arrastava, afundava na neve”.

   Brasilian Carla Goulart also didn´t  finished the race. Her discription is amazing:

” I abandoned the race at the 2nd check point. Yesterday around 7 PM it began to snow until 10 AM. An incredible storm, impossible to run. Although, i spend all night running on trails with snow by my knees. The sled didn´t dragged on, he just sunk. “

  A Carla e o Carlos são ambos atletas exemplares. Ela brasileira, ele português. Falam a mesma língua e neste caso, em Minnesota, desafiaram a neve americana. Independentemente de terem ou não concluído a prova, independentemente de poderem ficar em primeiro ou último lugar, o mais louvável é que estiveram lá, correram, sofreram, tentaram por tudo ultrapassar mais uma barreira, mais um muro, mais uma montanha…

    Carla and Carlos are both great athletes. She´s brasilian and he´s portuguese. Speak the same languange and in this case, faced the Minnesota snow as well. Doesn´t matter if they finished the race, if they won or been in last place. We have to be proud because they were there…they run, suffered and did there best to get throught another hall, another mountain…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s