Falando melhor sobre o Costa Esmeralda Trails 2014

flyers 1

   Uma imagem vale mais do que mil palavras…

   Pois bem, esse texto poderia ser só de imagem, porque as fotos desse evento falam mesmo por si! E para mim, que nasci no mundo de fotografia ( meu avô foi fotógrafo ainda com as películas a serem imprimidas em chapa de vidro, imagina ), é muito prazeroso observar essas cores, esses contrastes e essa luz incrível das fotos tiradas no Costa Esmeralda Trails desse ano.

   Sem falar dessa alegria contagiante do povo brasileiro, que chega deste lado do atlântico com uma energia que se sente à distância. Por isso, só posso dizer uma coisa…para o ano também quero!

   Passo a explicar… o Costa Esmeralda Trails dividiu-se em 3 corridas. A primeira, explorando a Trilha do Zé Machado em Itapema, no estado de Santa Catarina, no sul do Brasil Colocou 5,8km de paisagens deslumbrantes, em que os participantes fizeram o favor de se divertirem para caramba, nesse canto magnífico de praias deslumbrantes e vegetação densa dum verde intenso!


Itapema 1

   A segunda etapa fez-se num ambiente nocturno fabuloso, em Bombinhas, explorando a Trilha da Tainha com 6,26km, vendo todo o mundo com luzinhas na cabeça, correndo mato dentro e respirando a floresta de noite…que coisa boa!

Esmeralda 41

   Na terceira e ultima etapa, em Porto Belo, explorou-se a Trilha da Costeira, com o desafio de 9,2km, que deixou os atletas mais uma vez super satisfeitos. Uma organização muito empenhada em que tudo corresse bem, o evento foi um autentico sucesso.

   Esmeralda 25

   Veja você que consegui uma pequena entrevista com Marcela Horstmann, vencedora de duas das três etapas:

Esmeralda 18

 

   Oi, Marcela. Tudo bem? Em primeiro lugar, gostava de saber donde veio seu gosto pela corrida?

Eu comecei a correr em 2009, quando senti que tinha muita energia e precisa descarregar de alguma maneira. Sempre gostei de atividade física, mas até então fazia aulas na academia e musculação tradicional. Quando vi os benefícios que a corrida proporciona não parei mais. Em 2010 fiz minha primeira prova e adivinha? 12km de trilha, com muitas subidas e descidas. Não deu outra, me apaixonei. Faço provas curtas para ganhar velocidade, mas minha paixão são as longas. A prova mais legal que participai foi Raid de lós Andes, 60km divididos em 3 dias de prova, com altitude de até 3500. Que delícia. Rsrs

   Como acha que a corrida de montanha está a evoluir no Brasil?

De uns anos pra cá as provas off Road só aumentaram, o que eu acho ótimo. Antigamente as provas mais conhecidas eram corridas de rua, no plano e sem a mesma adrenalina que as provas de montanha. O nosso país está recheado de desafios em cidades maravilhosas e é isso que as pessoas querem, um visual diferente, um desafio novo.

 

Qual o papel dum bom stretching ( alongamento ) antes e depois da corrida? 

Eu sou fisioterapeuta e acredito que alongamento é essencial para qualquer esporte, tanto a corrida, quanto futebol, natação, ciclismo… Mas acredito que antes do exercício o que vale mesmo é um bom aquecimento. No caso da corrida são os exercícios dinâmicos e específicos que auxiliam, e muito, durante a corrida.  Eu costumo nunca chegar “fria” antes de correr. Estou sempre com o corpo quente, independente da quilometragem. Quando a quilometragem é curta, 5km por exemplo, eu já vou para a linha de largada suando.
E após eu acho fundamental alongar, principalmente nós que somos corredores de montanhas. Como o terreno é irregular, e com alteração de altitude, são recrutadas muitas fibras musculares. Se não cuidar é um prato cheio para lesão. Como sou professora de pilates, alongo todos os dias, principalmente nos dias antes e depois da corrida. Faz a maior diferença!

 

   Depois desta excelente experiência na Costa Esmeralda, quais são seus planos para o futuro no trail running?

Adoro novos desafios! Estou pensando em arriscar um 42 de montanha, pois só fiz 21km até agora. Ainda não decidi qual fazer, tem vários bons por aqui. Tem o k42 em Bombinhas(já fiz 21km), os 42 do Deserto do Atacama (também fiz 21km por lá) e o Mountain Do do fim do mundo, no Ushuaia. Vamos ver qual será o desafio para 2015.

 

  Qual é a sua heroína ou o seu herói de corrida de montanha, Marcela? Quem é sua referencia, aquela pessoa que faz trail e que você um dia gostaria de conhecer?
Fernanda Maciel, ultramaratonista das boas!

Qual a prova, qual a corrida de montanha que você adoraria estar presente?
Ultra-Trail du Mont-Blanc. E algo mais próximo, poderia ser a UPHILL, aqui na Serra do Rio do Rastro.

 

Gostaria de agradecer do fundo do coração a Marcela Horstmann e a Jósa Júnior pela colaboração que deram para este texto.

2 thoughts on “Falando melhor sobre o Costa Esmeralda Trails 2014

  1. Texto perfeito Nuno.
    O Circuito Costa Esmeralda Trails tem tudo para se tornar obrigatório no calendário de todos os corredores trail. As paisagens são deslumbrantes e o nível técnico é muito bom. A organização foi ótima, o astral do pessoal foi sensacional. Será ótimo correr com você por aqui no próximo ano. Precisando de algo, sabes que estamos ao dispor. Um grande abraço, Jósa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s