Os meus primeiros 42 km de trail…

Foi num dia cheio de calor. Monsanto. Lisbon Eco Marathon. Às 19h30 arranco para mais um desafio. Mas antes, o ambiente era familiar. Os atletas conviviam em pequenos grupos. Soltavam-se gargalhadas e bebia-se muita água. A desidratação era uma certeza. Juntei-me a alguns desconhecidos e pus conversa. Perguntei pormenores sobre a prova, pois alguns já tinham feito partes do trajecto que nos esperava. Avisaram-me das várias subidas longas, uma delas logo nos primeiros quilómetros.

Arrancámos de Monsanto com um banho de mangueira que soube que nem ginja. O meu ritmo era lento, pois queria manter a estratégia que tenho usado em todas as corridas onde tenho participado. Divido a prova em 3 terços. O primeiro terço vou em corrida moderada. No segundo terço amplio a passada. No terceiro terço avalio o estado das pernas e se possivel acelero um pouco mais. Assim o fiz até ao quilómetro 35. A partir daí, o corpo começou a pedir ajuda. Principalmente os gémeos e as costas. Normal para quem não está habituado a correr estas distâncias. Na companhia dum amigo que nos costuma visitar nos trails da zona de Leiria, consegui seguir um ritmo acessível até que, já com o cansaço a chegar ao limite no quilómetro 38 fui obrigado a passar à marcha. No entanto, continuei numa passada rápida. Senti que o corpo necessitava de reduzir a intensidade, mas sabia que não podia parar. Consegui não perder tempo em relação aos atletas que estavam à minha frente. Depois de 2 quilómetros a caminhar, consegui voltar a correr e ao quilómetro 40 senti-me em condições para terminar a prova abaixo das 4h45m. E consegui. Acelerei até onde as pernas me permitiam e felizmente fiquei com a imagem de descer o Parque Eduardo VII com passada larga e cortar a meta sem dificuldades de maior.

No fim, com vista para o Marquês de Pombal, ao som de música Rock ao vivo, num ambiente de festa, recebi a merecida medalha e deitei-me na relva, descalço, a curtir o momento.

O percurso é muito bonito. Monsanto é um local fantástico. Várias vezes passámos por espaços com uma vista fabulosa para a cidade de Lisboa. Apesar de se fazer bastante estrada, os trilhos são óptimos. Principalmente fazer a prova ao pôr-do-Sol deu uma sensação linda de transição. Ligar as luzes, prepararmo-nos para a noite que nos recebia, com o calor a ir-se gradualmente embora e o fresco da noite a abraçar-nos!

Parabéns ao Luís pela organização do evento. Para o ano quero estar lá, quero participar, e viver novamente a experiência magnífica que tive no dia 06 de Julho de 2013.

One thought on “Os meus primeiros 42 km de trail…

  1. Parabéns pela tua estreia na Maratona e logo numa prova com estas duras características: calor e subidas longas! E obrigado pela companhia que me fizeste durante largos quilómetros em que apesar de algum cansaço, mantivemos uma amena cavaqueira. Foi só pena que na parte final tivesses quebrado um pouco… eu já estava em piloto-automático e queria terminar o quanto antes e por isso não te esperei…😉
    Quando vieres a Lisboa diz-me que há ainda umas largas dezenas de quilómetros em Monsanto que não conheces e que vale a pena conhecer!
    Um grande abraço,
    Pedro Reis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s