À… gente de Barcelos!!!

O que têm em comum a fadista Gisela João e Carlos Sá? E já agora, para quem não sabe, quem são estas pessoas?

No final do ano passado tive o privilégio de entrar numa casa de fados. O restaurante chama-se O Senhor Vinho, na zona da Lapa em Lisboa. Um ambiente extremamente acolhedor, luz a meio tom, gente de boas vidas e com bom espírito sentadas nas diversas mesas da sala. Sabíamos que iria ser uma noite especial, e realmente foi! Entrou a primeira fadista e quando começou a fazer aquilo que melhor sabe, subiu-me um arrepio na espinha e a emoção foi forte. Depois a segunda e a terceira artistas mostraram os seus dotes ao ritmo daqueles magníficos guitarristas que, com amor a uma causa que já é património da Humanidade, encheram a sala de salvas de palmas quase histéricas. E depois apareceu Gisela João. De baixa estatura, com um sorriso que preencheu logo aqueles metros quadrados onde nos encontrávamos, uma tatuagem cravada na pele a mostrar a irreverência da alma. Quando as suas cordas vocais começaram a vibrar, senti que ali estava um poço de energia poderosa, uma avalanche se sentimentos que cuspidos cá para fora marcaram a diferença. Gisela marcou a diferença naquela noite. Pelo menos para mim! E lá está, é menina de Barcelos.

Organizado pela associação Os Amigos da Montanha, o segundo trail de montanha onde participei foi, curiosamente em Barcelos. Uma prova onde senti dificuldades, pois ainda estava a entrar no espírito da coisa, e as pernas ainda pesavam. Mas fiquei maravilhado com diversas situações. Primeiro, a paisagem é magnífica. Serra com calhaus gigantescos, que para os superarmos, tínhamos que nos agarrar a cordas e escalar literalmente até ao seu cume. Depois foi o centro da cidade que me impressionou. As casas todas muito bem tratadas, a praça central onde se deu inicio a prova com um ambiente bem nortenho, com a construção dos edifícios com aquelas pedras bem características daquela região. As pessoas muito afáveis, ou não estivéssemos no Norte. Acabei a prova de 25 km em 3h45 minutos…todo derreado. Mas com uma enorme vontade de voltar lá no ano seguinte. Ainda para mais, no final, depois de passar a meta e já a caminho do carro, cruzei-me com o rei do Trail Running português, o grande Carlos Sá, com quem tive a oportunidade de tirar uma fotografia que guardarei para a posteridade. E lá está, é menino de Barcelos!!!

   Para a cidade de Barcelos um grande bem haja…Imagem

images (1)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s